Encontre Livros em Promoção nos nossos Principais Parceiros

Livraria da Travessa  Livraria Cultura Livraria da Folha Submarino

POR QUE OS HOMENS NÃO GOSTAM DE JANE AUSTEN?

Porque os homens tem um certo preconceito em ler Jane Austen?


Semana passada, meu noivo e eu estivemos em um casamento. Na minha mesa, estavam outros casais e, de repente, o assunto chegou em...Jane Austen!

O que você faria para Conquistar seu amor Literário?


O que você faria para conquistar seu amor Literário.

Bom, a verdade é que é impossível ignorar que o amor está no ar no mês de junho.
E é inconcebível não nos apaixonarmos por alguém ou algo na vida, não é mesmo?
Você acabou de encontrar aquele personagem-amor da sua vida literária bem na sua frente. Em carne e osso.
E você PRECISA declarar o seu amor por ele. É a sua ÚNICA chance de conquistar o seu coração! Você:

• Faz um jantar à luz de velas?
• Improvisa uma serenata sob o luar?
• Sequestra-o para uma ilha deserta?
• Atira na parede e o chama de lagartixa?
E sim Gente, eu tive que escolher apenas 1.
Fiquei indecisa: Mr. Darcy, Mr,Thornton, Cap. Wentworth.... SO MANY GUYS....

8 LIÇÕES FEMINISTAS DA JANE AUSTEN QUE TODA MULHER DO SÉCULO XXI PODE USAR



Enquanto se estabelecia como uma escritora séria, Jane Austen nos mostrou que seu ganha pão eram as mulheres de suas histórias. Sua força se manifestava provando que

O QUÃO RICO ERA MR. DARCY? - PARTE 3

Artigo de JAMES HELDMAN, publicado originalmente em 1989.

OBS: Essa última parte não trata de nenhuma das obras e sim da vida da autora. É bem curtinha :)


a renda de jane austen


Assuntos financeiros na vida de Jane Austen têm, em seus livros, tanto lados obscuros quanto brilhantes.

10 coisas que aprendi com Jane Austen

10 coisas que aprendi com jane austen, liçoes

1 – Cuidado com as primeiras impressões. - Aquele rapaz sorridente e bajulador, que chegou conquistando todo mundo, tem grandes chances de se revelar um canalha.

2 – Seja sensata e ponderada. -

"THE BRITISH LIBRARY" IRÁ RELANÇAR LIVRO DE PARENTE DE JANE AUSTEN

The British Library está reeditando o livro "The Incredible Crime" de Lois Austen-Leigh. O romance deve chegar às prateleiras no início de 2017 como parte de uma série de clássicos criminais. Kirsten Saxton, uma professora na "Mills College" em Oakland e uma visitante na "Lucy Cavendish College" em Cabridge está editando e fazendo a introdução da nova edição.
"Ela parece ter sido apagada da memória - até mesmo experts no campo nunca ouviram falar dela", Robert Davies disse na British Library. "Mas ela escreveu quatro romances criminais. O primeiro tem um ambiente acadêmico em uma universidade de Cambridge e é muito bem feito. É uma visão espirituosa da vida acadêmica em Cambridge".

Notícia boa, não é? Uma pena que provavelmente a edição em português deve chegar - se chegar - beeem mais tarde do que 2017. Segundo informações que procurei, esse romance trata de um tráfico de drogas que é rastreado até uma universidade de prestígio e aparentemente foi escrito na mesma escrivaninha que nossa querida Jane usava para escrever seus próprios romances.
Lois Austen-Leigh é neta de um sobrinho de Jane Austen.

Fonte: English.dcbooks.com
Tradução e adaptação: Roberta Ouriques

O QUÃO RICO ERA MR. DARCY? (PARTE 2 - A ABADIA DE NORTHANGER, EMMA, PERSUASÃO E RAZÃO E SENSIBILIDADE)

       Oi gente! Demorei pra postar a segunda parte do artigo (que vergonha), mas a parte três já vem amanhã hehehe. Essa segunda parte trata das obras Razão e Sensibilidade e Persuasão, além de A abadia de Northanger, Emma e Mansfield Park - mas essas últimas três de forma bem breve.
       Relembrando: o texto a seguir é uma tradução de um artigo publicado em 1989 - Artigo de JAMES HELDMAN, então os "valores atuais" são daquela época e em dólares, ok? 
       Até a próxima,
       Roberta!


   

#Promoção - Amantes de Jane Austen e Fada Bela


Olá pessoas, meninas e meninos, em parceria com a Fada Bela - Criações Exclusivas vamos fazer uma brincadeira com Vocês.

Estão vendo essa Ecobag ai em cima? Ela e mais Mimos serão da pessoa que enviar a Frase mais criativa, respondendo a pergunta:

 O que Você Faria se Estivesse FRENTE-A-FRENTE  com Jane Austen?

Receberemos respostas até o dia 30 de Agosto.
Eu e a Adm da Página Fada Bela, escolheremos a melhor resposta e o resultado será divulgado dia 15 de Setembro.
O ganhador será contatado pelo e-mail que deixar no formulário.
Podem participar todos, mas o envio será apenas para residentes no Brasil.
A postagem será por conta da Página Fada Bela.  O envio será feito em até 15 dias após o contato com o ganhador.
Não nos responsabilizamos por endereços errados, devoluções e extravio.
O ganhador se Compromete a nos enviar uma foto atestando o recebimento.


BÔNUS

Se o Blog ultrapassar os 300 seguidores por e-mail e No Google Friend Connect sortearei entre todos que preencherem o formulário, dois presentinhos surpresa! O ganhador da Ecobag não pode ganhar de novo!

#ATUALIZAÇÃO

Devido a problemas com o formulário e nem todos estavam conseguindo acessá-lo resolvemos tirá-lo.

 Para participar :
  1. Deverá deixar um comentário com a frase ou texto ou poema ou acróstico, ou crie uma bela imagem e deixe o link nos comentários neste post.
  2. No comentário deverá conter seu Nome de seguidor do blog
  3. E-mail que segue o blog, seguir o blog por e-mail é opcional, porém fica até mais fácil para que você receba nossas atualizações por ele.
  4. Seguir a Página FADA BELA - CRIAÇÕES EXCLUSIVAS
  5. Seguir a página Amantes de Jane Austen
  6. Compartilhar o Post Oficial em modo Público
O ganhador será anunciado nas Páginas e no comentário. então é bom que você ative a opção notifique-me quando comentar. Assim saberá por e-mail se venceu.

Ps: A Fada Bela informou que o(a) vencedor(a) poderá escolher a ecobag no rosa ou no preto.e as medidas são 0,47x0,50

Respostas:



Se encontrasse a Jane diria: " Obrigada por mostrar que somos capazes de transformar sonhos em realidade, que podemos ir além dos muros e que podemos deixar nossa marca no presente e no futuro! " - Claudia Ribeiro

Eu falaria: Jane muito obrigada pelos livros que me fazem sonhar,inclusive criar expectativas de homens que nunca teremos. hahahahaha. Pode autografar tudo que tenho por favor?

Se eu encontrasse com a Jane perguntaria para ela: "Da onde surgiu tamanha inspiração em uma época tão desigual, machista e ainda assim escrever romances lindos idealizando Mr Darcy, um homem "quase perfeito" existindo apenas um defeito - o preconceito em que o mesmo foi vencido pelo amor?"
Seguidora: Amanda Vieira de Oliveira


Se eu tivesse frente-a-frente com a Jane Austen eu agradeceria em primeiro lugar por ela ter escrito livros maravilhosos e ainda diria que "É uma verdade universalmente conhecida que uma pessoa em sã consciência deveria ler todos os romances envolventes que ela(Jane Austen) escreveu." E por fim iria abraçar e não soltar mais ela. *-*

Se eu encontrasse Jane Austen eu primeiro teria um faniquito. Depois que eu me recuperasse eu diria: "Miss Austen, eu sou tão sua fã que eu leria até a sua lista de supermercado! Agora me responda uma pergunta: Qual é o final de Sanditon? Esse suspense de 200 anos está me mantando! "

Diria : Querida Jane eu admiro, você faz muita falta nos escritos de hoje. Mas guardo gravadas em meu coração, todas as mensagens deixadas em seus livros ! Como pode alguém não conhecê-la ? Nós a Amamos !

Se eu tivesse a maravilhosa oportunidade de voltar no tempo e ter a amada Jane em minha frente agradeceria por todas as histórias maravilhosas que ela nos deu, em especial Orgulho e Preconceito e faria de tudo para sermos as melhores amigas. A motivaria a escrever novos livros, dando ideias enquanto tomássemos chá. Enfim, mostraria gratidão à mulher tão especial que criou o personagem dos meus sonhos, Mr. Darcy. *-* Tenho certeza que nos daríamos muito bem, duas solteironas =D que amam um bom romance... ♥

Eu diria: "Querida Jane, você mudou a minha vida, não só por me dar o Sr. Darcy, mas também por me ensinar lições valiosas que lembrarei toda a minha vida. É incrível como livros escritos há mais de 200 anos ainda mexem com os sentimentos de pessoas desta época.
Em vão eu tenho sufocado, e não irei mais! Meus sentimentos não seram reprimidos, desde que conheci os heróis de suas histórias sou metade agonia... metade esperança; eu confesso que a admiro e amo seus livros ardentemente.

Primeiramente eu a convidaria para tomarmos um delicioso chá e durante esse agradável encontro falaria sobre livros, estórias, romances e atualidades da época e com certeza daríamos boas risadas ... Enfim ...eu me tornaria a Melhor amiga dela (deixando a Cassandra até enciumada) e também, delicadamente perguntaria a ela entre os seus personagens masculinos ,qual seria o seu Príncipe encantado? Se Persuasão além de ser uma obra com várias características autobiográfica foi escrita como sopro de esperança no futuro tanto para ela como para as outras mulheres consideradas balzaquianas e solteironas.E o mais importante ...falaria para ela cuidar da sua saúde, para continuar a nos presentear com dezenas de seus maravilhosos livros.♥

Com sua delicadeza, mostrou-me que a beleza não vem de realeza.
Todavia, com bravura e destreza.

Com seus detalhes do cotidiano burguês,
tirei de mim a arrogância dos tempos gloriosos do povo francês.

Seus romances de época,
mostraram-me que o Amor nunca perde sua glória.

Loucura e sanidade perdem-se no meio da sociedade.

Mostrou-se por inteira.
Em nenhum momento falou besteira.
Obrigada, guerreira.

Por nada nesse mundo eu perderia a chance de tirar uma selfie com Jane Austen, na boa, afinal de contas horas da minha vida foram orgulhosamente preenchidas estudando, amando, sofrendo, rindo, chorando, lendo e relendo um livro seu, praticamente a minha melhor amiga. ;)


Bem, após expressar toda a minha honra e alegria em conhecê-la, antes que qualquer outra coisa, eu pediria para que ela assinasse a minha cópia mais antiga (e mais querida) de Orgulho e Preconceito.
Em seguida, a pergunta mais importante; eu perguntaria a ela se haveriam planos para um sétimo romance, ou se ela desejava terminar algumas de suas obras inacabadas.
Logo depois, acho que eu faria qualquer pergunta ampla para que eu simplesmente tivesse o prazer de ouvir a voz dela. Perguntaria se ela poderia me contar o que houve com Elizabeth e Fitzwilliam Darcy após se casarem. Se tiveram filhos, se a irmã de Darcy, Georgiana, se casou, como estavam Catherine, Lydia e Mary ...
Eu gostaria de saber se o Sr. Darcy foi inspirado em alguém que ela realmente conheceu, ou se ele foi apenas fruto da sua imaginação e idealização.
Eu também faria uma pergunta sobre um capítulo em especial de Persuasão. Eu sempre me perguntei o que Anne Elliot sentiu quando finalmente reencontrou Frederick. Os sentimentos dos dois retornaram imediatamente, ou se revelaram novamente com o tempo? Anne tinha alguma real esperança de voltar a vê-lo algum dia, como acabou acontecendo?
São tantas, tantas perguntas! Com apenas essas eu já alugaria a Srta. Austen por um longo tempo. Talvez nós pudéssemos tomar chá com torta de maçã (e sorvete) enquanto conversávamos.


Se eu tivesse a chance de conhecer Jane Austen, eu certamente pediria a opinião dela sobre uns 7 exemplares masculinos na minha vida. Quem melhor do que ela para identificar um Sr. Darcy ou um Sr. Wickham da vida?


Eu diria: Encantada Miss Austen! Obrigada por nos fazer sonhar com suas maravilhosas obras! Apesar dos infortúnios que Mr Darcy causou em nossas vidas ao criar expectativas com relação aos homens, quero lhe dizer que "Você enfeitiçou meu corpo e minha alma, com suas obras... e preciso que me permita dizer-lhe que eu a admiro e amo ardentemente" como minha escritora favorita!

Michelle Motta26 de agosto de 2015 11:35
Resposta em imagem>>>


Eu diria a seguinte frase: "Miss Austen, nós, mulheres estamos lisonjeadas por criar damas de inteligência excepcional, como heroínas de seus romances e jovens de caráter, bom senso e sensibilidade para serem seus amados companheiros de vida e de sociedade."

Eu iria perguntar alguns relatos de sua obras, perguntar também dos lugares que ela já frequentou e expressar todo meu carinho por ela... falaria a ela se é a sociedade que não evoluiu, ou se era ela que era extremamente à frente de seu tempo. pois mulheres assim, é incomparável! e muito moderna pra quem viveu no século 18. o seu temperamento de mulher bem vivida, que ate hoje tem uma importância extraordinária e de uma mente brilhante. o seu conhecimento vou levar para minha vida inteira, e se possível passarei para os meus futuros filhos. é uma verdade universalmente conhecida que nos todos desejamos sair da realidade... sempre encontro refugio no meu livro Orgulho e Preconceito, já li tantas vezes que as palavras se repetem na minha cabeça...
é como uma janela se abrindo! é como se eu estivesse la! tornou-se um lugar que conheço tao... intimamente.
mas enfim, diria tudo o que sinto e penso positivamente ao seu respeito.


Será difícil escolher a melhor. mas aguardem postaremos a resposta nesse Post.



Resultado>



Aguardando foto de recebimento:




Digite seu Email e Fique por Dentro de Tudo que Acontece Aqui, Posts, Promoções e Sorteios:


O QUÃO RICO ERA MR. DARCY?

Oi gente. Tudo bem? Certa vez, já faz um tempo considerável, eu estava navegando no google.uk procurando saber mais do mundo em que nossa querida Jane vivia e me deparei com esse artigo desse professor falando sobre o lado financeiro das obras da Jane Austen. Mais especificamente, ele faz uma conversão do quanto os personagens ganhavam na obra para os valores atuais. Eu, particularmente, achei super legal e resolvi traduzir para postar aqui no blog :) Só tenho algumas ressalvas. Aqui vão:

1 - Eu falei em "valores atuais" ali em cima, mas na verdade não é tão atual assim, uma vez que o trabalho foi originalmente publicado em 1989 e os valores estão convertidos com base no dólar de 1988. E sim, dólar, porque o professor é americano. (Peço perdão, mas não faço a menor ideia de como começar a converter tudo isso corretamente para o real, calculando inflação e tudo o mais rs). Enfim, lembrem que o texto foi traduzido ao pé da letra, então quando lerem "hoje em dia" pensem no final da década de 80 :)
2 - O artigo é grande, então hoje estou postando apenas a parte que trata da obra Orgulho e Preconceito. Provavelmente vou postar em três partes, até para não ficar cansativo para quem está lendo :)
3 - Mantive Mr. Darcy ao invés de Sr. Darcy porque né... Mr. Darcy é mais charmoso!rsrsrs.
E é isso aí.
Até mais!
Roberta!


North and South

Mr. John Thornton e Margaret Hale


Eu amo North E Sul.

A SITUAÇÃO DAS MULHERES NO TEMPO DE JANE AUSTEN - O CASAMENTO

"Mulheres solteiras têm uma terrível propensão a serem pobres, o que é um argumento bem forte a favor do matrimônio", Jane Austen, carta de março de 1816.

No tempo da Jane Austen, não havia um meio real para mulheres jovens da classe "média" se virarem por si mesmas ou se tornarem independentes. Profissões, as universidades, a política e etc. não eram abertas às mulheres (essa opinião de Elizabeth: "...que embora essa grande senhora - Lady Catherine - não estivesse na comissão de paz do condado, ela era uma magistrada muito ativa na sua freguesia..." é irônica, uma vez que é claro que nenhuma mulher poderia ser uma magistrada). Poucas ocupações eram abertas à elas - e as poucas que eram (como a de governanta) não eram muito respeitadas, e geralmente não pagavam muito bem ou possuíam boas condições de serviço.

casar por Amor ou dinheiro - amor e inocencia


Princesa - Apaixonada / Princesa - A espera - Resenha

Autor : Meg Cabot
ISBN: 9788577993215
Edição Vira-Vira
Sinopse da editora: Princesa Apaixonada é o terceiro volume da série iniciada com O diário da princesa, romance que deu origem à superprodução dos Estúdios Disney estrelada por Julie Andrews e Anne Hathaway. Mia agora divide seu tempo entre três coisas: a preparação para sua irritante entrée na sociedade genoviana, sob a direção de uma não menos irritante avó precisa passar as férias na Genovia, a milhares de quilômetros de seu amado. A jovem é forçada a deixar sua angústia de lado e se concentrar nos compromissos oficiais exigidos da realeza e suas férias de verão significam muito trabalho. Almoços, jantares, entrevistas, recepções e encontros com embaixadores e políticos tomam todo o seu tempo livre. Mas sua cabeça está longe, do outro lado do oceano. Enciumada e cheia de dúvidas, não consegue se concentrar. Para completar, sua avó não sai do seu pé, chamando atenção para seus modos e total desatenção. Quando finalmente chega o momento de voltar para casa, Mia percebe que precisa amadurecer e confrontar-se com seus medos para reencontrar o amor de sua vida.



Eu comprei esse livro ano passado, eu estava dando um role com meu pai nas lojas americanas, e ele estava em promoção, era o ultimo da prateleira, pobrezinho estava sem o plástico protetor e já tinha orelhas, ele gritou por socorro. Nao sabia que eram o 3° e 4° da sequencia.
Mas enfim, eis a resenha.

Topo